Publicado por: flavioguima | 15 agosto, 2007

Pirataria, o grande inimigo do Linux

Pirataria, o grande inimigo do Linux


Já se foi o tempo em que Open Source era sinônimo de softwares de baixa qualidade. O mundo do open source se profissionalizou. Em se falando de Linux, o maior percussor do open source, as distros mais organizadas deram origem a grandes empresas respeitadas.

O Linux teve uma época romântica, onde geeks, impulsionados por uma ideologia, divulgavam o Sistema Operacional aberto como o futuro da computação, criou-se uma ideologia anti-microsoftiana, que permanece até hoje.

O monopólio da Microsoft em desktops assustava, e o Linux surgia como um messias, um salvador que libertaria os pobres PCs da escravidão do Windows. Parecia perfeito. O grande monopólio dos OEMs era, agora, ameaçado por um sistema livre, enxuto e com uma estrutura muito mais confiável, mas o maior trunfo do Linux era ser gratuito.

Embora o governo tenha dado um empurrão no Linux migrando grande parte dos órgãos públicos para o sistema aberto e financiando microcomputadores direcionados a população de baixa renda com Linux instalado, o Windows continua sendo um padrão, o que faz com que as principais desenvolvedoras de software e jogos não se interessem em lançar versões de seus produtos para Linux.

O uso contínuo gera um padrão de mercado e, infelizmente, o fato de ser gratuito não foi o bastante para que o Linux se tornasse padrão. Ninguém adquire um computador interessado no sistema operacional, pelo menos a maioria dos usuários domésticos não está nem aí para como as Syscalls vão interagir com o software.

Sem ferramentas, softwares e games com uma função específica, o computador não passa de uma bugiganga eletrônica. As pessoas adquirem um PC interessados no uso que farão dele, aí entra o maior empecilho para o Linux. Ferramentas e Games que inflam a sede de hardware mais potente, geralmente são desenvolvidas para plataforma Windows.

O usuário comum é quem dita o sistema padrão que por sua vez dita qual plataforma os desenvolvedores de software adotarão para seus produtos, e também que sistema operacional uma empresa vai instalar em suas estações de trabalho.

Quebrar um padrão imposto pelo mercado não é uma tarefa fácil, a gratuidade do Linux foi e tem sido seu ponto forte neste quesito, mas, infelizmente tem encontrado um concorrente á altura, Windows pitara!

Há, neste ponto, um paradoxo. As pessoas só vão adotar o linux como sistema operacional quando ele rodar, sem problemas, os softwares e jogos em ênfase. As software houses, por sua vez, não desenvolvem versões de seus produtos para Linux por que não há um numero de consumidores usando Linux o suficiente para justificar o investimento em “reprogramação” de seus produtos para uma nova plataforma.

O Linux satisfaz a necessidade de alguns “nichos” de mercado. Os administradores que preferem até pagar por um Linux tendo em vista a eficiência de suas ferramentas para redes e sua maior segurança.

Segurança não é um assunto dominado pelo público consumidor de informática que mais cresce, segundo pesquisas, as classes mais baixas estão se informatizando, estes novos consumidores não tem a segurança como um critério importante para escolha do seu computador e do sistema que vai rodar, mas sim o preço. Neste ponto entra o financiamento do governo federal, o Linux entra de carona, não por preferência do consumidor, mas por uma exigência do governo com o intuito de baixar os preços.

Quando o consumidor percebe que embora tenha comprado um computador para lazer ou para uso doméstico, mas a ferramenta que pretendia utilizar não roda em Linux, a primeira reação é procurar algum conhecido que saiba o que fazer, não raramente este conhecido traz um Windows pirata, formata o PC e “concerta o defeito”. E assim o Windows consegue continuar sendo o sistema padrão e segue ditando regras.

Afinal, será que a Microsoft deseja mesmo combater a pirataria?

Anúncios

Responses

  1. Realmente a MS usa a pirataria como alicerce de seu império monopolista, além de outras táticas como não obedecer padrões (W3C, e outros). Fazendo com que os desenvolvedores e usuários fiquem dependentes dela. Agora esses fatores aliados aos usuários já domesticados por ela torna um enorme obstáculo para a adoção de um outro SO como o GNU/Linux e até mesmo ao Mac OS X.

  2. jamais a pirataria vai derrubar o LINUX!!!

    no entanto o que poderia ser pior que a ptr era msm a MS, mas ñ é!!

    vai é claro depender da distribuição

  3. Verdade, a Microsoft sobrevive da pirataria de seu próprio produto. E o Linux com certeza poderá concorrer de igual para igual (melhor aliás 😉 ) com a Microsoft.

  4. Olá, discordo dos comentários feitos acima. Sei que o linux é um bom SO, mas esta longe de se tornar um produto de mercado. Digo isso por mim. Sou programador, certa vez conversando com um amigo ele me questionou o porque não desenvolver para linux. Eu mostrei a ele as estatísticas dos sites dos meus clientes que demonstra claramente que não há mercado para investimento em desenvolvimento em plataforma Linux.
    A estatística abaixo é de um período de 6 meses e de um site que atinge todo tipo de público.

    SO Visitas %
    1. Windows 831.545 98,11%
    2. Macintosh 7.304 0,86%
    3. Linux 4.034 0,48%
    4. iPhone 2.503 0,30%
    5. SymbianOS 1.427 0,17%
    6. (not set) 459 0,05%
    7. iPod 132 0,02%
    8. PalmOS 87 0,01%
    9. Playstation 3 43 0,01%

    Como justificar um investimento em um mercado tão pequeno? Claro que existem áreas interessante a serem exploradas pelo linux, mas são apenas pequenos nichos. Se eu tenho um softhouse e já tenho um soft para Windows, porque desenvolver para linux? Ao meu ver, é mais vantagem optimizar o que tenho ou criar outro para Windows.
    Outro fator importante é o seguinte, instalar o linux é uma dor de cabeça. Sempre que vou instalar, algo não funciona. Ou é o som, ou a webcam, ou a rede wireless… sempre fica algo errado. Tenho um notebook e já tentei instalar o Fedora, Ubuntu, Suse, Red Hat e nada… o Ubuntu nem instala, e ou demais sempre fica algo pendente. Encontrar suporte é uma dor de cabeça. Você entra em um Forum mas nunca te dão uma resposta precisa. Enviei email para os responsáveis pelas distros e não obtive resposta.
    Não sou um usuário leigo, imagine um usuário comum se deparando com esses problemas?
    Não quero aqui dizer que o Windows seja melhor, mas é verdade que ele é MUITO mais prático.
    Bom, falando de segurança. O linux é seguro agora, mas até onde é seguro? As empresas de anti-virus como a Avast (www.avast.com) já têm versões para linux o que quer dizer que existe a ameaça. Outro ponto é que por ser open source o linux só protege os usuários avançados que sabem o que e como configurar. Um usuário básico nem sabe para que lado ir. Eu sendo um hacker e tendo acesso ao código fonte do SO não posso descobrir suas falhas e fraquezas? Hummm… penso que sim.
    Acho sim que o linux é um bom sistema, mas ele esta longe de se tornar um produto usável pela maioria das pessoas. Ao meu ver as principais distros deveriam ser unificadas no intuito de se criar um produto mais “profissional” e mais simples. E deve-se investir mais em propaganda.
    Esse é meu ponto de vista…

  5. Outra coisa… A pirataria não é o grande inimigo do linux. As pessoas não fazem pirataria porque querem, mas sim por falta de opção. Se o linux é free porque optar por um soft pirata? Sinal que esse pirata satisfaz melhor a necessidade do usuário. A grande maioria dos usuários usam seus PC’s para editar textos e planilhas e acessar a internet. E porque não fazer isso em linux? Ao meu ver os soft desenvolvidos para o Windows são comercialmente falando melhores.

    Bom, é só mais uma opnião…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: